30.11.07

Faces de Eva

A revista Faces de Eva e as Edições Colibri vão lançar o número 18 desta publicação no próximo dia 4 de Dezembro, terça-feira, pelas 17h00, em Lisboa, na Sociedade Portuguesa de Autores - Sala Carlos Paredes (Rua Gonçalves Crespo, 62). Nascida em 1999, sob a direcção de Zília Osório de Castro, esta revista semestral dedica-se aos Estudos sobre a Mulher, numa perspectiva multidisciplinar. A apresentação do actual número conta com a intervenção de Silvana Marra, intitulada «A reivindicação feminina no facismo italiano».

29.11.07

«Quem tem medo da igualdade?»


d i n o


Jack


Lulu

Em Nova Iorque é apresentada a peça «Lulu», a partir de Frank Wedekind (séc.XIX), autor de «A caixa de Pandora» e «The earth spirit» que juntas deram origem a «Lulu», agora encenada pelo Thalia Theater de Hamburgo, integrada no Next Wave Festival (Brooklyn Academy of Music), Harvey Theater (651 Fulton Street, Fort Greene, Brooklyn). O NYT, pela pena de Caryn James, relata como esta Lulu marca a diferença relativamente ao estereótipo da mulher fatal.

27.11.07

VTAPE

A Nova Cultura do Hospital Júlio de Matos apresenta no Espaço Polivalente - uma antiga cozinha desta unidade hospitalar convertida em espaço de exposições e outras actividades culturais - uma mostra de vídeo arte que reúne 10 obras de 10 artistas, incluindo um artista paciente do Hospital Júlio de Matos. VTAPE é um exercício pessoal de reflexão sobre o contexto social e o espaço físico utilizado para a realização da mostra.
ANA EFE, ANA RITO/HUGO BARATA, ANDREA BRANDÃO, ARTUR MOREIRA, INÊS AMADO, LUÍSA MENANO, LA PLUME ELÉCTRIQUE, MÓNICA DE MIRANDA, PAULA ROUSH, e PAULO ROMÃO BRÁS são os artistas participantes. VTAPE é um evento que reflecte o investimento da Nova Cultura do Hospital Júlio de Matos, um núcleo renovado em Outubro deste ano, e que prossegue os objectivos sociais que caracterizam a intervenção terapêutica do Hospital Júlio de Matos. A Nova Cultura do Hospital Júlio de Matos incentiva e promove a cultura artística, como estratégia de valorização do bem-estar da comunidade hospitalar e da formação do indivíduo. Desmistifica conceitos estigmatizantes associados à doença mental, promove a abertura de portas e as actividades artísticas como pontes de socialização, procurando valorizar o património humano, cultural e artístico do Hospital Júlio de Matos.
VTAPE – Mostra de Vídeo Arte no Hospital Júlio de Matos, Espaço Polivalente, na Avenida do Brasil, 53, Lisboa, até 31 de Novembro, de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h e das 14h às 16h.

25.11.07

Violência de género II

«Contra as violências feitas às mulheres - Nem mais uma! ».
Jornada Internacional
Por ocasião da sua última reunião em Julho de 2007, a Coordenação Europeia da Marcha Mundial das Mulheres decidiu lançar uma campanha contra as violências feitas às mulheres. Ela começará a 25 de Novembro de 2007 para terminar durante a terceira Marcha Mundial em 2010. Para tal, tomámos como ferramenta principal uma braçadeira com as palavras: Nem mais uma!
Procuramos que esta campanha diga respeito a toda a gente, homens e mulheres, que façam alguma coisa para mostrar ira, solidariedade e empenho, ao lado de todas as mulheres vítimas de violências; e denunciem os homens agressores que não devem contar nem com o nosso apoio nem com o nosso silêncio. De cada vez que uma mulher for agredida, violentada, assassinada, usaremos esta braçadeira durante um dia, no metro, na escola, na rua, no trabalho.
Gostaríamos que esta braçadeira se tornasse um rito político, uma nova forma de denúncia pública.
Em tempo de paz como em tempo de guerra, as mulheres são alvo de atrocidades pela simples razão de serem mulheres. Milhões de mulheres são espancadas, violadas, assassinadas, agredidas, mutiladas, ou mesmo privadas do direito de existir. Para tal, todos os pretextos são bons: costumes, religiões, práticas culturais, ou a suposta superioridade do homem sobre a mulher.
A VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES É UMA FORMA DE OPRESSÃO GRAVE QUE CORRÓI TODAS AS SOCIEDADES DE TODOS OS PAÍSES DO MUNDO.
QUEREMOS PÔR FIM A ISTO!
QUEREMOS SEGURANÇA PARA TODAS AS MULHERES
EM TODA A PARTE NO MUNDO!
[Comunicado da Coordenação Europeia da Marcha Mundial das Mulheres. A Coordenação Portuguesa da Marcha Mundial das Mulheres é constituída pelas seguintes associações: AJPaz - Associação para a Justiça e PazAMCV -, Associação de Mulheres Contra a Violência, Clube Safo Ilga Portugal, UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta.]
__._,_.___

23.11.07

Violência de género

A Associação de Mulheres Contra a Violência divulgou o seguinte comunicado intitulado «16 dias de acção contra a violência de género».

Portugal teve, no segundo semestre de 2007, a Presidência da União Europeia. Nesse contexto, tiveram lugar eventos como: Conferência de Encerramento do Ano Europeu de Igualdade de Oportunidades para Todos; 6ª Mesa-Redonda Europeia sobre a Pobreza e a Exclusão Social, Conferência sobre Tráfico de Seres Humano e Género e Conferência sobre Empregabilidade, Empreendedorismo e Estereótipos de Género.
Tudo isso não garante, no entanto, a aplicação de estratégias, medidas e orientações que daí tenham resultado.
É assim urgente criar indicadores nacionais, e europeus, que permitam monitorizar e fazer o accountability dos objectivos traçados.
Para além disso, Portugal confrontou-se nos últimos dois meses com alterações graves aos Códigos Penal e Processual, cujo impacto está ainda por avaliar e que colocam as mulheres e crianças vítimas de violência em situações de desprotecção ao retirarem às polícias e ao Ministério Publico o seu papel contentor do agressor.
Importa, também, reflectir sobre o impacto económico do modelo nacional de protecção de mulheres e crianças vítimas ou em risco de violência, o qual funciona quase exclusivamente com base no acolhimento das vítimas.
A AMCV apela, por último, ao Governo que crie medidas reais ao nível das escolas no sentido da prevenção da violência de género.
A Associação de Mulheres Contra a Violência associa-se, ainda, aos 16 Dias de Acção contra a Violência de Género, através da transmissão de spots nas rádios entre os dias 25 de Novembro - Dia da Eliminação de Todas as Formas de Violência contra as Mulheres - e 10 de Dezembro - Dia Internacional dos Direitos Humanos.

22.11.07

A rainha de copas e as amigas




Disneyland Resort em Paris desenvolveu este mês um projecto associado às celebrações do seu 15º aniversário: desenhos Top para estrelas nossas velhas conhecidas. José António Tenente vestiu a Rainha de Copas (mais estilizada do que a original), à Vivienne Westwood saiu-lhe a Branca de Neve na rifa, e por aí fora. Todas elas encontraram-se num desfile de carne e osso, com muita imaginação.

21.11.07

Nicole



Nicole Willis & The Investigators, «If This Aint Love (Don't know what is)».
Nicole e os seus investigadores irão estar na próxima segunda, dia 26 de Novembro, pelas 22h30, no Arena Lounge do Casino de Lisboa.

20.11.07

«Dignidade Humana»


O Prémio Dignidade Humana atribuído pelo Parlamento Europeu será entregue a Marina Nemat, autora de A Prisioneira de Teerão, no próximo dia 15 de Dezembro, em Milão, numa Gala de Natal. Atribuído pelo Parlamento Europeu a personalidades que contribuam para o reconhecimento dos direitos humanos, o livro editado em Portugal pela QuidNovi, já teve quatro edições e mais de 10 mil exemplares vendidos. Mario Mauro, Vice-Presidente do Parlamento Europeu, justifica a atribuição da primeira edição deste prémio à «escritora iraniana que, através do seu livro A Prisioneira de Teerão, coloca em evidência o desconforto e a violência que experimentou num país onde a dignidade humana é letra morta. Marina Nemat foi a escolhida para receber este prémio devido à força das suas convicções apesar das más experiências de vida. Para além disso, a maneira como fala do seu destino dá-nos um importante sinal da possibilidade de redenção da dignidade humana e transmite uma mensagem de esperança a todas as pessoas maltratadas.»

15.11.07

(Re)Descoberta do dia

«A cantiga é uma arma», José Mário Branco

13.11.07

Zambrano, a filósofa


No próximo dia 22 de Novembro, em Lisboa, decorrerá no Instituto Cervantes
uma jornada sobre a filósofa espanhola María Zambrano. Com início às 10h00, o
«Encontro Ibérico: Reflexões em torno de María Zambrano» é uma
proposta que Faces de Eva - Estudos sobre a Mulher (FCSH/UNL) leva a cabo,
com base numa ideia acolhida por três mulheres: Maria João Cabrita, Maria
João Cantinho e Isabel Lousada. Especialistas e estudiosos/as no
domínio filosófico e cultural, como António Cabrita, Maria João Cantinho,
Jesús Moreno Sanz, José Augusto Mourão, Cármen Revilla, Fernanda
Henriques, Teresa Santos, Maria João Branco, Maria João Cabrita e
Maria João Neves irão intervir, com Nuno Nabais a iniciar o evento com uma
homenagem a Eduardo Prado Coelho, recentemente desaparecido e que gentilmente
havia aceite o convite para participar no mesmo.
Paralelamente decorrerá uma mostra de livros da filósofa, assim como
em torno da sua obra, das editoras Assírio & Alvim, Relógio d’Água, Fim
de Século e Imprensa Nacional, juntamente com o Instituto Cervantes.
De uma amplitude inquestionável o pensamento de María Zambrano,
será analisado sob diversos ângulos. Espera-se proporcionar ao
público um encontro fértil com a obra de uma pensadora pouco
divulgada entre nós, não obstante o fulgor que dela emana.
O público interessado contará ainda com uma mesa redonda na
Fábrica Braço de Prata, pelas 22h00.

9.11.07

Lula Pena

A cantora Lula Pena actua sábado à noite, dia 10 de Novembro, em Lisboa, no Maxime.

5.11.07

Eco-feminismo

O grupo Faces de Eva promove mais uma Sessão Cultural na próxima quarta-feira, dia 7 de Novembro, pelas 15h00, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (Sala de reuniões do Conselho Directivo, 7.º andar, Torre B), na Av.Berna, 26 C.
A convidada é a Engenheira Cristina Assis que irá intervir a propósito do tema «Ecofeminismo: Evolução e Tendências». Licenciada em Engenharia Têxtil pela Universidade do Minho, Cristina Assis iniciou a sua actividade em 1989, junto de várias empresas têxteis. Actualmente, encontra-se em fase de conclusão do Mestrado em Literatura e Cultura Comparadas, tendo apresentado uma dissertação de mestrado intitulada «Reconhecer-se Além Fronteiras: Ecofeminismo e o Pensamento de Maria de Lourdes Pintassilgo», sob orientação da Professora Doutora Ana Luísa Amaral.

2.11.07

Mulheres e trabalho

Um texto que reflecte sobre as mulheres no seu local de trabalho, escrito por uma mulher do NYT, Lisa Belkin.

A realidade é múltipla

Há dias perfeitos (por vezes) em Lisboa. Como este, em que a Cidade das Mulheres teve a visita da Patti Smith. Quem a viu, não esquecerá essa noite de 28 de Outubro de 2007. Uma comunidade perfeita no Coliseu, em partilha com a artista e os seus músicos.

Crimes contra a humanidade

«Darfur Now»: estreia hoje em Nova Iorque e Los Angeles o documentário escrito e realizado por Theodore Braun, onde se reportam as atrocidades que têm tido praticadas no Darfur, uma zona do planeta em que, segundo uma estimativa de 2007 das Nações Unidas já foram mortas 200 000 pessoas e dois milhões e meio foram deslocadas das suas aldeias de origem.