Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2012

hoje

Dia Global de Acção da campanha BDS – Boicote, Desinvestimento e Sançõescontra o Estado israelita,contra o roubo de terra e de água ao povo palestinianoacção de solidariedade 16h30 no Largo de S. Domingospelo direito dos palestinianos à liberdade de movimentos,pelo direito a cultivar as suas terras, a frequentar as escolas,pelo direito aos cuidados de saúde e ao empregocontra o muro de apartheid
Mais de 40 acções em 20 países.

amanhã é dia M

Imagem

hoje

Imagem

A nossa casa é a casa da poesia

A nossa casa. Amor, a nossa casa! Onde está ela, Amor que não a vejo? Na minha doida fantasia em brasa Constrói-a, num instante, o meu desejo!
Onde está ela, Amor, a nossa casa, O bem que neste mundo mais invejo? O brando ninho aonde o nosso beijo Será mais puro e doce que uma asa?
Sonho... que eu e tu, dois pobrezinhos, andamos de mãos dadas, nos caminhos Duma terra de rosas, num jardim,
Num país de ilusão que nunca vi... E que eu moro - tão bom! - dentro de ti E tu, ó meu Amor, dentro de mim...

Florbela Espanca, A nossa casa, Sonetos

amanhã é dia G

Imagem
Às 16h, a Manifestação promovida pela Plataforma 15 de Outubro tem saída do Rossio e destino para São Bento.A Coordenação Portuguesa da Marcha Mundial das Mulheres (MMM) e a UMAR lançaram, a nível nacional e europeu, um Protesto Feminista Anti-Austeritário que foi divulgado publicamente a 8 de Março - Dia Internacional das Mulheres, contando já com 127 subscrições individuais, de 16 países, e 61 subscrições colectivas de 18 países. O apelo que pode ser subscrito individualmente ou colectivamente até dia 8 de Abril - enviar um e-mail para mmmulherespt@gmail.com e os seguintes dados:Nome, ocupação, país, forma de contacto preferencial (Subscriçõesindividuais); Nome da organização, país, forma de contacto preferencial (Subscriçõescolectivas).

Eu, Agnés, Teresa e Cléo ;)

Imagem
Logo às 20h30 no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF) passa o filme «Cléo de 5 à 7»/ Duas horas na vida de uma mulher. Apareçam no cinemulheres! (CCIF, UMAR, Rua da Cozinha Económica, Alcântara, Lisboa)

nos açores

Imagem

está a acontecer

Imagem

são patrício

Imagem
feliz celebração para a Irlanda e para todos os patrícios e patrícias ;)

a ligação do dia

pensar o género como árvore

Imagem

agenda contra a violência

Imagem
Entre os dias 12 e 17 de Março, decorre um conjunto de actividades de angariação de fundos, promovida pelo Grupo de Investigação n.º6 A Moderna Diferença do Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa (CEAUL). O objectivo é ajudar associações que apoiam vítimas de violência doméstica, tais como a União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR) e a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV).

mulheres abraço(vos)

Imagem

partY !

Imagem

oito de Março (VI)

Em Lisboa Pelas 18h30, flash mob nas traseiras da Assembleia da República. Amanhã, às 21h30, Festa Feminista na Galeria Zé dos Bois.
EmSines De manhã, no Largo dos Galegos e Mercado Municipal: “Vozes no Feminino”, em colaboração com a Biblioteca Municipal e a Escola das Artes de Sines. Dramatização emblemática, na perspectiva de género, sobre mulheres que marcaram a história. Às 15h30, na Tenda no Parque Desportivo Municipal João Martins (ex-IOS): Enquadramento histórico-político do dia 8deMarço. Participação no lanche-convíviopromovido pela CMS e recolha de testemunhos de mulheres do concelho. Iniciativas no âmbito da Semana da Igualdade de Género em Sines, do Projecto BIIG - Biblioteca Itinerante pela Igualdade de Género.
Em Braga Em Braga, a UMAR participa na performance "ObjeSSão", às 16h do dia 10 de Março, frente à esplanada da Brasileira/Casa dos Crivos.
No Funchal Na Madeira, a UMAR celebra o 8 de Março com um jantar/ tertúlia de homenagem ao dia das Mulheres, p…

oito de março (V)

Imagem

oito de março (IV)

Imagem
Pelas 18h30, o Instituto Cervantes recebe a autora de El tiempo entre costuras, María Dueñas, um best seller em Espanha, é uma história sobre Sira Quiroga, uma jovem estilista impulsionada pelo destino face a um arriscado compromisso no qual o padrão, os tecidos e as artes do seu ofício transformar-se-ão na fachada de algo bem mais turvo e transcendente. Sob esta trama esquemática tecem-se múltiplas leituras transversais que convertem a leitura ao mesmo tempo, num romance de superação pessoal, um romance colonial, um romance de amor, um romance de conspirações históricas e políticas, e um romance de espionagem.

oito de março (III)

Imagem

oito de março

Imagem

Marcha Mundial das Mulheres - declaração de 8 de Março

Neste 8 de Março, nós, as mulheres da Marcha Mundial das Mulheres, seguimos marchando, resistindo, e construindo um mundo para nós, os outros, os povos, os seres vivos e a natureza. Nossas acções continuam enfrentando embates com o paradigma mortal do capitalismo, com suas falsas soluções para as crises e com a ideologia fundamentalista conservadora.
Vivemos uma crise do sistema capitalista, racista e patriarcal que, para se sustentar, impõe brutais “medidas de austeridade” que obrigam a nós, os povos, a pagar por uma crise que não provocamos: são cortes nos orçamentos de todos os serviços sociais, diminuição de salários e de pensões, estímulo à guerras e avanço da mercantilização de todas as esferas da vida. Nós, as mulheres, pagamos o preço mais alto: somos as primeiras a ser demitidas e, além das tarefas domésticas mais habituais, somos obrigadas a assumir as funções antes cobertas pelos serviços sociais. Tais medidas carregam o peso da ideologia patriarcal, capitalista…

noites mil...

Imagem
No 90º aniversário de Pasolini passa dia 6 Março, às 22h, no Teatro do Campo Alegre, no Porto, a adaptação da obra clássica da literatura árabe «As mil e uma noites», que foi apresentado no festival de Cannes em 1974, recebendo o Grande Prémio do Júri.Levada a leilão, a escrava Zumurrud escolhe o inexperiente Nuredin para seu dono e fica encantada por ter de o iniciar sexualmente. Nessa noite, ela conta-lhe a história de uma aposta feita entre Haroun-al-Rachid e a rainha Zobeide que juntaram um rapaz e uma rapariga para ver qual dos dois se apaixonava primeiro pelo outro e então demonstrar que esse é o sexo mais fraco. Na manhã seguinte, a infiel Bassum droga Nuredin e rapta a escrava para a devolver ao seu anterior proprietário. Uma amável mulher arranja maneira do enraivecido Nuredin recuperar a sua amada, mas ele adormece no encontro e Zurrumund é levada por um dos quarenta ladrões. Graças ao seu charme ela torna-se a líder dos ladrões e acaba por conseguir fugir chegando a uma gra…

amor à arte, não à guerra

Imagem

hoje

A Professora Flávia Biroli (Universidade de Brasília, Brasil) dá uma conferência na FCSH/UNL, pelas 16h (aud.2, torre B).A análise da presença de mulheres e homens no noticiário brasileiro nos anos recentes mostra que as primeiras são ora invisíveis, ora têm sua presença associada a estereótipos de gênero. O que se encontra, no entanto, não é a discriminação em suas formas explícitas, mas a preservação de padrões relacionados à divisão sexual do trabalho. A exposição da vida familiar e afetiva, assim como o destaque à aparência e auto-apresentação, constroem a exterioridade do feminino em relação à política. Esse quadro tem impacto para a atuação política das mulheres, ao mesmo tempo que é alimentado por sua subrepresentação na política e por formas atuais da divisão do trabalho político.Flavia Biroli é professora adjunta do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB), onde ocupa actualmente os cargos de vice-directora do Instituto e coordenadora da Pó…