28.10.12

Sylvia (1932-1963)



As túlipas são demasiado sensíveis; é inverno aqui.
Vê como tudo está branco, silencioso e calmo.
Deitada, isolada e calma vou apreendendo a quietude
enquanto a luz incide naquelas paredes brancas, nesta cama, nestas mãos.

Excerto de «As Túlipas» in Sylvia Plath, Pela Água, tradução de Maria de Lourdes Guimarães, Assírio e Alvim, Lisboa, 1990.

22.10.12

Esta semana (II)



Também na World Legend (Av.Álvares Cabral, 30, Lisboa) inaugura na quinta-feira, 25 de Outubro, uma exposição que advém da Pós-Graduação em Artes Visuais e Género (Universidade de Évora).

Esta semana


15.10.12

Esta semana

Na semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher Rural (15 de Outubro), o Dia Mundial da Alimentação (16 de Outubro) e o Dia Internacional da Erradicação da Pobreza (17 de Outubro), a Plataforma Portuguesa das ONGD e o Centro Regional de Informação das Nações Unidas (UNRIC)  é exibido o filme “Guerra da Água” a realizar amanhã, 16 de Outubro, em Lisboa, pelas 18 horas no Auditório da CPLP, Palácio Conde de Penafiel, Rua de S. Mamede (ao Caldas), 21.
“Guerra da Água” é um filme de Licínio de Azevedo que aborda a importância da água para a população moçambicana. Durante a guerra em Moçambique, os combates nas regiões secas aconteciam em volta dos furos de água. Vários deles foram destruídos para não caírem nas mãos do inimigo. Hoje, nos meses de tempo seco, quando a água da chuva armazenada nas cisternas familiares acaba, a população começa uma nova guerra.
A projecção será seguida de um debate que contará com a participação de João Rabaça, Director de Programas da ONG TESE, Manuela Tavares, representante do Grupo Género e Água, uma representante da FAO e um representante da CPLP. Será moderado por Júlia Galvão Alhinho, responsável pela Comunicação para Portugal do UNRIC.
A entrada é livre mediante inscrição para info@plataformaongd.pt
Esta é a quinta sessão do Ciclo de Cinema “Direitos e Desenvolvimento”, desenvolvido em articulação com a iniciativa Cine-ONU, realizada pelo UNRIC em Bruxelas e com o apoio da CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

14.10.12

destaque do dia (II)


Desfile da colecção Dino Alves Primavera/Verão 2013, hoje, modalisboa, Pateo da galé, Terreiro do Paço, 20h00.

12.10.12

destaque do dia

Desfile da coleção Alexandra Moura PrimaveraVerão 2013, 19h00 (Modalisboa, no Pateo da Galé, Terreiro do Paço). Calendário de desfiles de criadores/as de moda a decorrer desde quinta-feira e até domingo.

8.10.12

evocar o voto de CBA (IV)


Homenagem a Carolina Beatriz Ângelo: republicana, feminista e pioneira do voto das mulheres
4 de Outubro, Salão Nobre, das 10:00 às 13:00 horas
 
Assembleia da República


Mesa de abertura – Maria da Assunção Esteves - Presidente da Assembleia da República; Teresa Morais - Secretária de Estado da Igualdade; Maria João Fagundes, bisneta de CBA; Maria José Magalhães – Presidente da UMAR; Zília Ozório de Castro - Coordenadora Faces de Eva -CESNOVA.

Curta dramatização sobre o voto de Carolina Beatriz Ângelo com Alexandra Luís e Cátia Rodrigues.

Mesa A – “Carolina Beatriz Ângelo e o significado do 1º voto de uma mulher em Portugal”, com Dulce Helena Borges, João Esteves, e Regina Tavares da Silva.

Mesa B – “A democracia paritária”, com deputadas/os dos diferentes partidos políticos (BE: Catarina Martins; PEV: Heloísa Apolónia*; PCP*; PS: Sónia Fertuzinhos; PSD: Maria Paula Cardoso; CDS/PP: Teresa Anjinho) e Helena Roseta, deputada à Assembleia Constituinte.

Mesa C – “Feminismos: da I República à actualidade”, com representantes de associações de mulheres: APEM (Teresa Pinto), APMJ (Teresa Féria), Clube Safo*, Plataforma pelos Direitos das Mulheres (Alexandra Silva), UMAR (Manuela Tavares).

Moderação: Paula Moura Pinheiro.

Painel de Encerramento – Presidente da Comissão de Assuntos Constitucionais, Liberdades e Garantias (Fernando Negrão), Presidente da Subcomissão para a Igualdade (Elza Pais*), Fátima Duarte - Presidente da CIG e Joana Sales - CDAF/UMAR.

Visita guiada à Exposição “Percursos, Conquistas e Derrotas das Mulheres na I República” realizada em parceria por Faces de Eva - CESNOVA e Biblioteca-Museu República e Resistência – Comissão Municipal das Comemorações do Centenário da República, CML, por Natividade Monteiro e Teresa Pinto.

* A confirmar

6.10.12

In memoriam Maria Lamas


Faz hoje 119 anos que nasceu Maria Lamas (Maria da Conceição Vassalo e Silva, n.Torres Novas, 1893-1983),escritora, feminista e grande defensora dos direitos das mulheres. A revista Faces de Eva dedicou-lhe a  capa da sua terceira edição, em 2000, com um texto assinado por Maria Antónia Fiadeira, autora de uma tese sobre Maria Lamas  a jornalista intelectual, como lhe chamou.  Recentemente, uma exposição sobre Jorge Amado na Biblioteca Nacional mostrava esta fotografia do escritor brasileiro à mesa com Maria Lamas, numa visita ao nosso país. Para investigadoras/es é possível a consulta ao seu espólio numa das salas daquela biblioteca.