28.7.15

Gertrud Stein

Sobre moda e crise.

Gertrud Stein morreu a 27 de Julho de 1946, em Paris.  

Fotografada por Horst P. Horst no salão de Pierre Balmain. «Fashion Week 1947», por Rosamond Bernier. 



25.7.15

«Todos os livros»



Lourdes Castro, «Um livro de modas», 1956. Museu Gulbenkian.

Mais documentos e afins, sobre moda e a burguesia, nos séculos XIX e XX, no Palais Galliera, Museu da Moda da Cidade de Paris, aqui.

Hold Tight





my love for you is a stranger in the room.

24.7.15

Querido Jazz...

...em Agosto te conheci. cativaste-me. chegou o dia de te rever. até jazzzzz


23.7.15

No Sul

Pelo azul da pedra vê-se que é verão,
à beira do tanque os aloendros devem estar em flor,
as águas reflectem o silêncio.

«Sul», Escrita da Terra, Eugénio de Andrade, Colecção Obra de Eugénio de Andrade/17, Limiar, 5ªedição, Porto, 1983.

20.7.15

O alfaiate angolano


Florence...

Foto: Júlia. 
Dia 18, Florence & The Machine, no festival super rock, parque das nações, em Lisboa

17.7.15

há estilismo em porto amboim, parte um


Esta espécie de loucura


Esta espécie de loucura
Que é pouco chamar talento
E que brilha em mim, na escura
Confusão do pensamento,

Não me traz felicidade; 
Porque, enfim, sempre haverá
Sol ou sombra na cidade.
Mas em mim não sei o que há

Fernando Pessoa, in «O Cancioneiro»



Na sombra























Foto: mr brown

a sílaba


Toda a manhã procurei uma sílaba.
É pouca coisa, é certo: uma vogal,
uma consoante, quase nada.

Mas faz-me falta. Só eu sei
a falta que me faz.
Por isso a procurava com obstinação.
Só ela me podia defender
do frio de Janeiro, da estiagem
do Verão. Uma sílaba.
Uma única sílaba.
A salvação.

Eugénio de Andrade

6.7.15

Criadoras de cultura


 Foto: Raquel Wise
Escola de Verão 2015

Hoje: Maria de Lourdes Lima dos Santos: a sociologia da cultura em Portugal.





Cartaz de Maria Keil para Conselho Nacional das Mulheres Portuguesas (CNMP), para a exposição de livros escritos por mulheres, na Sociedade Nacional de Belas Artes, em Lisboa.

2.7.15

Parabéns Manuela Tavares!


                                                      abraços feministas!



beijo para projecto fragas aqui d'a cidade das mulheres

Sábado, no Oeste!