29.12.11

perdida(o)s




Sexta-feira, dia 6 de Janeiro, inaugura «Insular Lost» na Casa Descalça, da cooperativa cutural com o mesmo nome, às 19h, em São Miguel, Açores!



25.12.11

top 5 natal







uma big mala, um big cartão de natal/ feliz 2012!
lindos lindos livros!
big snood!


23.12.11

boas festas!





















Alfredo Morais ( 1872-1971)

Ilustração para «O pinheiro manso»

In Mais contos de Andersen.

15.12.11

Há leituras imparáveis

Um dia com as Novas Cartas Portuguesas
24 horas ininterruptas de programação
Centro de Cultura e Intervenção Feminista
Das 18h30 do dia 16 de Dezembro até às 18h30 do dia seguinte


Abertura
Coro CoLeGaS
Leitura colectiva
Com Gisela Cañamero, Fernando Pinto do Amaral, Rosa Fina, Maria Quintans, Cláudia Lucas Céu, João Henriques, e...
Leitura áudio e visual
Leitura performativa
Leitura plantada
Leitura musical
com
Pedro e Diana
Mesas redondas
Com Maria Teresa Horta, Ana Luísa Amaral, Cristiana Pena, Marta Mascarenhas, Ana Margarida Ramos, Manuela Tavares, Teresa Almeida, Marta Mascarenhas, Salomé Coelho, Shahd Wadi, Carla Cruz.
Performances, oficina para crianças.
Tudo isto e mais.

Na Rua da Cozinha Económica, Bloco D, Espaço M e N, Empreendimento Alcântara-Rio, Lisboa.

7.12.11

Bela (II)

«Quem?»


Não sei quem és. Já não te vejo bem...

E ouço-me dizer (ai, tanta vez!...)

Sonho que um outro sonho me desfez?

Fantasma de que amor?

Sombra de quem?


Névoa? Quimera? Fumo? Donde vem?...

- Não sei se tu, amor, assim me vês!...

Nossos olhos não são nossos, talvez...

Assim, tu não és tu! Não és ninguém!...


És tudo e não és nada... És a desgraça...

És quem nem sequer vejo; és um que passa...

És sorriso de Deus que não mereço...


És aquele que vive e que morreu...

És aquele que é quase um outro eu...

És aquele que nem sequer conheço...


Florbela Espanca, A Mensageira das Violetas

Florbela Espanca nasceu a 8 de Dezembro de 1894 em Vila Viçosa e morreu a 8 de Dezembro de 1930, em Matosinhos.

Dezembro no CCIF





3.12.11

O voltar da página
















Agenda 2011, «artes e feminismos», ed. UMAR, Lisboa, 2010.

não deixes de fazer esta viagem....












A exposição de Ana Fonseca está na galeria Antiks Design, Rua Mouzinho da Silveira, nº 2, esquina com a Barata Salgueiro, em Lisboa, até 10 de Dezembro, de Segunda a Sábado, das 12h às 21h.






«Descalças» em São Miguel (II)



25.11.11

Feminismos árabes e...
























Sábado, 26 de Novembro, 9h30-18h45, Curso Livre «Feminismos e Percursos de Igualdade», no Centro de Cultura e Intervenção Feminista, UMAR, em Alcântara, Lisboa.

Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres





































Dia 25, às 17h00, todas/os ao Largo de Camões, em Lisboa.


Com o objectivo de combater a violência contra as mulheres, nomeadamente a violência doméstica, a Associação de Mulheres contra a Violência (AMCV), membro fundador da PpDM, lança hoje, 25 de Novembro – Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, a Campanha “Há um telefone que pode salvar a vida de muitas mulheres”. O spot da campanha foi realizado por Marco Martins e conta com as participações da actriz Beatriz Batarda e do actor Gonçalo Waddington.
O spot será transmitido de 25 de Novembro a 10 de Dezembro na SIC, nos canais RTP (RTP1; RTP2, RTP Memória, RTP Informação), bem como nos canais da FOX (nomeadamente Fox Life, FX e Fox Crime – a partir das 23h).

24.11.11

MMM nas Filipinas

A Marcha Mundial das Mulheres está reunida nas Filipinas, em Quezon City, perto de Manila, no seu 8º Encontro Internacional. No primeiro dia (21 de Novembro) estiveram presentes 34 países, 80 mulheres, entre as quais a representante portuguesa, Judite Fernandes. Após um grande debate inicial, surgiram quatro pontos gerais que fazem parte da estratégia da marcha neste momento histórico: 1) somos um movimento enraizado nas lutas locais com relações e estratégias internacionais; 2) articulamos os pontos comuns das lutas com os quatro eixos de acção de 2010, a saber, bem comum e acesso aos recursos, desmilitarização, violência contra as mulheres e luta contra a pobreza; 3) criamos de forma colectiva experiências democráticas de autogestão em que todas podemos contribuir; 4) construímos alianças que possam fortalecer a luta feminista em todas as áreas.

O primeiro dia finalizou com uma "noite de solidariedade", onde cada representante partilhou a cultura do seu país.










jazz em dia de protesto







CesNova na Semana da Ciência e da Tecnologia

Amanhã há "Portas Abertas" no CesNova! É assim dada oportunidade a jovens estudantes do ensino secundário de viverem uma manhã enquanto investigadores do Centro de Estudos de Sociologia da Universidade Nova de Lisboa. Será pelas 10h00, no CESNOVA, Edifício ID, sala 3.14, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Dia de protesto





23.11.11

daqui a nada...



















As Bibliotecas Populares na I República, por Fátima Pinto, com moderação de Natividade Monteiro, 18h30, na Biblioteca-Museu República e Resistência, ao Rego, em Lisboa.

20.11.11

Sabor a Goa





Búzios da praia da Agonda (junto às cabanas do H2o Agonda Beach) e de Palolem (praia a 10 minutos de TUC-TUC, táxi-motorizada), ambas em Goa, a sul de Panjim (da enviada especial, Leonor Tenreiro).

18.11.11

Mulher do mês - Goa


Mulher mostra oferenda de culto (folha com flores) que vende aos fiéis que se dirigem ao templo Shree Mangesh, em Mangeshi, uma pequena povoação na estrada que liga Panjim a Ponda, em Goa.
Foto-legenda: Leonor Tenreiro

15.11.11

o lugar da imaginação










Foto-legenda: Sophie Auster no Lux, na noite de 10 de Novembro. Acompanhada à guitarra por Adam (deixei cair o apelido dele, já o dela é mais dífícil esquecer...), Sophie tem uma voz que vai daqui a Nova Iorque. Fala connosco, nos intervalos das canções, e ficamos por isso a saber que compõe algumas das músicas, interpreta outras (por exemplo Tom Waits, ou Antony), e ouviu já muito muito Billie Holiday. Gostei do concerto. A rapariga entrega-se em cima do palco a cada uma das composições. Admirei aquela técnica vocal dela e o colorido melódico dos temas. A ver se (a) oiço mais vezes.


Nota sem rodapé: de início, não percebia bem porque razão a Sophie estava sempre a olhar para o lado esquerdo do palco. Mas após dar uma volta pelo espaço, percebi. Era desse lado que viam o concerto a mãe, Siri, e o pai Paul.


Fotos: José F. Pinheiro


14.11.11

Sonia Delaunay



Sonia Delaunay (1885-1979), pintora ucraniana nascida a 14 de Novembro e casada com o artista Robert Delaunay [1885-1941], referiu acerca de si: "tenho três vidas: uma para o Robert, outra para o meu filho e netos, e outra, mais curta, para mim própria. Não me lamento por não me ter dedicado mais a mim. Não tive tempo."


Fontes:

Robert e Sonia Delaunay, FCG, Lisboa, 1982.

«2011 Agenda Feminista - Artes e Feminismos», ed. UMAR, Lisboa, 2010.

14 Novembro de 1913

«No Tribunal da Boa Hora, o primeiro processo em que uma mulher, a Drª Regina Quintanilha, interveio como advogado».

Fonte: Luísa Amaral no Facebook.

11.11.11

Onze do onze do onze

Dias 16 e 30 de Novembro, às 18h, e dia 16 de Dezembro, às 16h00, no Anfiteatro IV da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa




Sala de Leitura Informal da Biblioteca do ISCAP, Porto.



Em cima, «Mulheres em Grupo Contra a Corrente», amanhã, na Biblioteca-Museu República e Resistência, pelas 15h.

8.11.11