31.12.14

Os 20 anos da Declaração de Pequim

A Declaração de Pequim na IV Conferência mundial sobre mulheres , igualdade, desenvolvimento e paz realizou-se em Pequim, na China, entre 4 e 15 de Setembro de 1995. 

Portugueses na Irlanda


                                                              Bom 2015

Portugueses na Florida


                                                            Bom 2015

18.12.14

Nota de imprensa

A Designer de Moda Alexandra Moura será distinguida com o Prémio Mulheres Criadoras de Cultura. Esta distinção é atribuída pela Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género e pelos gabinetes do Secretário de Estado da Cultura e da Secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade, tendo as homenageadas sido reconhecidas com base nos seguintes critérios principais: relevância e coerência da obra; inovação e caráter pioneiro da atividade artística; e impacto social e cultural da obra produzida.
Este ano serão igualmente distinguidas a realizadora Teresa Villaverde, a artista plástica Graça Morais, a ilustradora Danuta Wojciechowska e a atriz Glória de Matos.
A cerimónia irá decorrer no dia 18 de dezembro de 2014 no Teatro Nacional de S.Carlos, em Lisboa, com a presença da secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e Igualdade, Teresa Morais, e do secretário de Estado da Cultura, Jorge Barrerto Xavier.
Esta distinção, que vai na segunda edição, pretende reconhecer “mulheres que se têm notabilizado em vários domínios da produção cultural em Portugal”, no âmbito do Plano Nacional para a Igualdade-Género, Cidadania e não Discriminação.

Em 2013, na primeira edição, a distinção “Mulheres Criadoras de Cultura” foi atribuída à maestrina Joana Carneiro, à bailarina Anna Mascolo, à artista plástica Joana Vasconcelos, à atriz e encenadora Germana Tânger e à arquiteta Inês Lobo.






Colecção Outono/Inverno 2011/12 Alexandra Moura, 36ªedição Modalisboa 
Foto: Rui Vasco, cortesia Modalisboa.

16.12.14

Kandinsky


«Bride»,1903. Wassily Kandinsky, nasceu a 16 de Dezembro de 1866, em Moscovo.

10.12.14

Dia Internacional dos Direitos Humanos

Hoje, dia 10 de Dezembro, e último dia da Campanha dos 16 Dias de Activismo contra a Violência de Género, há uma sessão de lançamento dos dados de 2014 do Observatório de Mulheres Assassinadas (UMAR), pelas 18h30, no CCIF (Centro de Cultura e Intervenção Feminista), em Lisboa, Alcântara.
O Observatório de Mulheres Assassinadas da UMAR, iniciado em 2004, constitui-se como um grupo de trabalho que pretende desenvolver o estudo do homicídio e tentativa de homicídio por violência de género e conhecer o seguimento dos casos em consequência da violência contra as mulheres ou violência de género.

Os  relatórios anuais estão disponíveis em linha, no portal da UMAR.





8.12.14

Material 1

era uma vez, na Gomes Freire, em Lisboa,


uma festa de baptizado, dia 8 de Dezembro de 1961. 



estúdios do fotógrafo Fernando Campos, em Campo de Ourique.

4.12.14

Próximo número da revista Faces de Eva


Na capa:  Sayyda Al-Horra


Por impedimento da Embaixada de Marrocos foi anulado o lançamento da revista Faces de Eva 32, previsto para esta quinta-feira, 11 de Dezembro. Ainda não há nova data marcada.


“Sans conteste, 
aima avec passion le verbe résister”

Karima Benyaich
Embaixadora do Reino de Marrocos em Portugal)

3.12.14

Um dia sem gravidade é um dia livre




                                             Gravity of your face

16.11.14

O corpo das mulheres




www.ilcorpodelledonne.com

15.11.14

Depois de Mulheres e Republicanismo (1908-1928)

João Esteves lança mais um título para a colecção «Fio de Ariana», publicada pela CIG.



Tenente veste «Lídia»



















Até amanhã.pela CNB.

10.11.14

Semana FLUL




Cinco dias depois...

I Jornada de Estudos de Género
As mulheres e a escrita no contexto lusófono e italiano/
I Convegno Sugli Studi di Genere
Donne e Scrittura in Contesto Lusofono e Italiano
FLUL, 17 e 18 de Novembro de 2014

17 de Novembro / 17 novembre Anfiteatro III; Sala 5.2; Sala 2.13
9h00 Inscrição e recepção dos participantes/Iscrizione e ricevimento dei partecipanti
Anfiteatro III
9h30 Abertura com a presença das autoridades / Apertura con la presenza delle autorità (Representantes da FLUL, do CLEPUL, da Comissão Organizadora, da Direcção do Instituto Italiano de Cultura / Rappresentanti della FLUL, del CLEPUL, della Commissione Organizzativa, Direzione dell’Istituto Italiano di Cultura)
10h00- 11h30 Sessão Plenária/Sessione Plenaria Moderadora/Moderatrice: Vanda Anastácio
Lorella Zanardo
Il corpo delle donne. La rappresentazione delle donne nei media: analisi e riflessioni (documentário com legendas em portugues, 20’ e comunicação / documentario con sottotitoli in portoghese e comunicazione)
Luísa Afonso Soares
O Género da Memória

Sessões paralelas/Sessioni parallele
Anfiteatro III
11h45-13h00 Moderador/Moderatore: Gaspare Trapani
Análise da narrativa feminina numa óptica de género
Analisi della narrativa femminile in un’ottica di genere
Antonia Ruspolini
Attraverso lo specchio: il ’ looking glass woolfiano’ come strumento d’analisi per la letteratura portoghese di donna. I casi di “A costa dos murmúrios” di Lídia Jorge e “Percursos” di Wanda Ramos
Clelia Bettini
Silenzio e resistenza. Una lettura comparativa di Maina Mendes e La lunga vita di Marianna Ucrìa
Maria Paola Ciafardoni
Il romanzo come rivendicazione politica e culturale della vecchiaia. Autrici a confronto

Sala 5.2
11h45-13h00 Moderadora/Moderatrice: Isa Severino
Análise da narrativa feminina numa óptica de género
Analisi della narrativa femminile in un’ottica di genere
Silvania Núbia Chagas
Tradição e modernidade: a condição feminina em Paulina Chiziane
Suely Leite
As representações de Género em a “Gata e a Fábula” de Fernanda Botelho
Sandra Escobar
A reinvenção da auto-representação da mulher rescrevendo as personagens femininas da literatura da antiguidade

Sala 2.13
11h45-13h00 Moderadora/Moderatrice: Debora Ricci
Violência contra as mulheres. A situação em Itália e em Portugal
Violenza sulle donne. La situazione in Italia ed in Portogallo
Francesca Esposito, Antonella Petricone
La violenza contro le donne in Italia: il lavoro della Cooperativa Befree
Joana Sales - UMAR
A violência contra as mulheres: a situação em Portugal

Anfiteatro III
14h30- 16h30 Moderadora/Moderatrice: Francesca Esposito
Estudos de Género
Studi di Genere
Angela Articoni
Itinerari di iniziazione al genere nella narrativa contemporanea per l’infanzia: Bianca Pitzorno
Debora Ricci
Quale genere di lingua? Sessismo e stereotipi nella lingua italiana
Gaspare Trapani
“Belle figliole, solidi imprenditori”: il berlusconismo e i ruoli di genere
Irene Biemmi
Bulli e pupe crescono con la tv. Pubblicità sessiste in fascia protetta
Teresa Grimaldi Capitello
Teresa de Lauretis: l’analisi del pensiero femminista in Italia e i soggetti eccentrici: una rilettura psicologica

Sala 5.2
14h30- 16h30 Moderadora/Moderatrice: Telma Maciel
Outras décadas, outras imagens? O feminino e as facetas da sua representação
Altri tempi, altre immagini? Il femminile e le sue forme di rappresentazione
Maria João Faustino
Outros media, outras representações do feminino: a proposta de Maria Teresa Horta na revista “Mulheres”
Raquel Menezes
A sobrevida das “Cartas Portuguesas”
Sara Vidal
O regime das imagens femininas no jornal “O Ilhavense” na década de 1950
Isabel Lousada e Juliana Cristina Bonilha
Antes de mais, uma história: a presença italiana feminina no “Almanaque de Lembranças” (1851-1932)

Sala 2.13
14h30-16h30 Moderadora/Moderatrice: Livia Apa
Vozes de mulheres: poetisas e escritoras italianas
Voci di donne: poetesse e scrittrici italiane
Alessandro Ghignoli
La poesia di Mariella Bettarini: tra sperimentalismo e funzione sociale
Antonella Petricone
La scrittura vivente di Sibilla Aleramo
Barbara Kornacka
Giovani scrittrici italiane classe ’70: Isabella Santacroce e Simona Vinci. Voci, temi, poetiche
Tiziana Mancinelli
Corporeità e desiderio: l’esperienza delle scrittrici del Gruppo 63

Anfiteatro III
16h50 -18h45 Moderadora/Moderatrice: Aldinida Medeiros
Erotismo e transgressão
Erotismo e trasgressione
Elisangela da Rocha Steinmetz
Desejo e transgressão no corpo poético de Judith Teixeira
Maria da Graça Gomes de Pina
Proibido! Natália Correia, antologista do erotismo
Renata Ruziska Pires
Muito além de “50 tons de cinzas”: o fetiche na Literatura feminina do início do século XXI
Suilei Monteiro Giavara
Judith Teixeira e o contexto modernista: uma história de esquecimentos forçados

Sala 5.2
16h50 -18h30 Moderadora/Moderatrice: Annabela Rita
Literatura luso-brasileira
Letteratura luso-brasiliana
Elen Biguelini
“A pezar de sua imperfeição”: tradutoras conhecidas e anónimas em Portugal na primeira metade do século XIX
Luciana Eleonora Deplagne
Pelos fios das ancestrais: a ressignificação textual de atuais escritoras tecelãs : Colasanti, Hilst, Leonardos e Prado
Raquel Maria Cardoso
A morte da mãe: Maria Isabel Barreno, o poder da escrita na desmistificação do discurso do patriarcado
Telma Maciel da Silva
“Autós ópis”: representação do corpo feminino em Filipa Melo e Angélica Freitas

Sala 2.13
16h50 -18h45 Moderadora/Moderatrice: Anabela Couto
Diários e biografias de mulheres
Diari e biografie di donne
Antonella Cagnolati
Leggere la storia con la categoria del genere: il diario di Grazia Mancini
Cristina Rosa
L’Italia per Nisia Floresta: una viaggiatrice brasiliana del XIX secolo
Paola Nigro
Biografie di viaggiatrici italiane del Settecento. La scrittura di viaggio al femminile nei diari della duchessa Boccapadule, di Isabella Teotochi Albrizzi e di Marianna Candidi Dionigi
Silvia Nanni
Una figura femminile del “dissenso”: Angela Zucconi e il ‘Progetto Pilota’ in Abruzzo

18 de Novembro / 18 novembre Sala 5.2; Sala 2.13
Sala 5.2
9h45 – 11h30 Sessão Plenária/Sessione Plenaria Moderadora/Moderatrice: Ana Luisa Vilela
Rita Marnoto
O feminino no diálogo luso-italiano
Livia Apa
Ada Negri. Por Florbela também
Michelle Vasconcelos
Escrever-se: vestígios de si na escrita íntima florbeliana

Sessões paralelas/Sessioni parallele
Sala 5.2
11h40-13h15 Moderadora/Moderatrice: Vanda Anastácio
A poesia no feminino na antiguidade
La poesia al femminile degli esordi
Anabela Couto
Percursos de poesia feminina no barroco português: temas e formas
Trinidad Fernández González
Donne e Letteratura nel Cinquecento italiano
Monica Facchini
A new Laura from the South. Isabella Morra and the Petrarchan Literary

Sala 2.13
11h40-13h15 Moderadora/Moderatrice: Maria do Carmo Mendes
Literatura luso-brasileira
Letteratura luso-brasiliana
Evelyn Blaut Fernandes
Pequenas notas sobre a morte de Melissa. Estudo variável da obra de Maria Gabriel Llansol
Isadora Santos Fonseca, Rita Barbosa de Oliveira
Convergências na poesia do séc. XX: Astrid Cabral, Cecília Meireles e Sophia Andresen
Rui Maia Rego
Deus e a mulher: notas acerca da Era Feminina do Espirito Santo no pensamento teológico de Natália Correia
Vânia Duarte
Natália Correia e o feminino reencontrado

Sala 5.2
14h30- 16h30 Moderadora/Moderatrice: Debora Ricci
Retratos de mulheres
Ritratti di donne
Elisa Marani
Il resto di niente (o forse no): dal romanzo al film, all’Italia contemporanea
Elisabetta Maino
Eleonora de Fonseca Pimentel: la portoghese di Napoli
Silvio Cosco
A literatura sobre o “brigantaggio” feminino: o caso único de Maria Rosa Cutrufelli
Magdalena Bak
A Pole in Portugal. Maria Danilewicz Zielinska’s Fado on Literature

Sala 2.13
14h30- 16h30 Moderadora/Moderatrice: Elisabeth Batista
Literatura luso-brasileira
Letteratura luso-brasiliana
Aldinida Medeiros
Protagonistas femininas de Augustina Bessa-Luís a partir de uma leitura dos Estudos de Género
Fernando de Moraes Gebra
Reunião de família ou Alice através do espelho: género e alteridade na obra de Lya Luft
Lilian Ribeiro
A escrita politica de Rachel de Queiroz e de Eneida de Moraes
Maria do Carmo Cardoso Mendes
Agustina Bessa-Luís: a superação do eurocentrismo

Sala 5.2
16h50 -18h45 Moderador/Moderatore Fernando Gebra
Escrita feminina no âmbito lusófono
Scrittura femminile in contesto lusofono
Elisabeth Batista
“Entre Marias e Clarice” – Contribuição feminina para o Jornalismo e a vida social
Cristiane Silva
Solidão da condição feminina – a construção da personagem em Clarice Lispector e Maria Judite de Carvalho
Idalina Meurer
Paula Tavares e Mariliza Ribeiro: erotismo, poesia e prazer
Katia Fraitag
Escrita feminina e liberdade: uma análise da condição da mulher em “Reunião de Família” de Lya Luft
Este evento é financiado por Fundos Nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia no
âmbito do Projecto Estratégico “Pest-OE/ELT/UI0077/2014”

Sala 2.13
16h50-18h45 Moderadora/Moderatrice: Michelle Vasconcelos
Florbela Espanca
Antonia Rosa, João Rodrigues
Da resiliência à irreverência das mulheres na literatura portuguesa: o caso de Florbela Espanca
Fabio Mario da Silva
Algumas facetas do heroísmo em “As máscaras do destino”
Isa Severino
Florbela Espanca - da mulher insurreta ao mito
Marisa Mourinha
Florbela entre poetas – leituras de Florbela Espanca
Ana Luísa Vilela
Florbela Espanca. Ser poeta é ser flor

6.11.14

Mapa

Viagem pelo trabalho de Michel Giacometti.

Fonte: Newsletter da Associação Portuguesa de Sociologia.

MAP no ICS


3.11.14

Outono


Goldin em Portugal





Nan Goldin

«Nan, one month after being battered» 1984, 
in Artes e feminismos 2011 Agenda feminista
ed. UMAR, Lisboa, 2010.


29.10.14

Imaginem música

Cramol


Coro da Achada e Cramol


Conferência internacional «Música e imaginários partilhados: nacionalismos, comunidades e canto em coro», dias 30 e 31 de Outubro, e um de Novembro, na Universidade de Aveiro. Oradora principal: Ruth Finnegan (The Open University, Reino Unido).







Artigos seleccionados: 


Pestana, Maria do Rosário, 2011. «De anjos a mulheres: o coro feminino “Pequenas Cantoras do Postigo do Sol”, um estudo de caso». Faces de Eva Estudos sobre a mulher, nº25. Lisboa: UNL e Edições Colibri. 


Carvalho, Mário Vieira de, 1999. «Mémoire d’une présence absente, Música e género». Faces de Eva Estudos sobre a mulher nº1-2. Lisboa: UNL e Edições Colibri.

Bonito, Rebelo, 1952. Canto coral e vida orfeónica, Subsídios para a história do canto colectivo popular e artístico. Porto: Altior Melior.


Grupo Coral Aleluia (Aveiro), in Bonito (1952, p.133)


Núcleo Orfeónico da Voz do Operário (Lisboa), 1950, dirigido por Francine Benoît (in Bonito 1952:139), homenageada no ano passado em Lisboa, numa sessão evocativa da sua obra, em que participaram as investigadoras Helena Lopes Braga e Helena Neves.






Recorte(s) do dia

cientistas sociais contra cientistas sociais?



Faz hoje anos que nasceu a artista Nikki Saint-Phalle, em Neuilly Sur Seine (1930-2002).




21.10.14

8.10.14

Género em viagem



Sónia Serrano e a curadora Emília Tavares foram comissárias da exposição sobre Annemarie Schwarzenbach, em Lisboa.

6.10.14

27.9.14

Corações ao alto...

... a mãe faz hoje 85 anos (está na moda!). Nasceu em casa, ao som dos foguetes, conta ela, que lhe contou a mãe. Tudo aconteceu no concelho de Belmonte, no ano em que os americanos declararam a sexta-feira negra, da crise (de 1929, claro está)... Daquele dia até hoje,  daquele lugar até aqui, tanta vida vivida. E mais que haja! À sua, mãe! tchim-tchim!!




Legenda: A noiva, 1960. 

25.9.14

Contagem decrescente...

... para a modalisboa (43ªedição), dia 10 de Outubro.





                                 

















... para a exposição de andrea inocênciodia 2 de Outubro, em Coimbra, no Mosteiro de Santa Clara a Velha.



24.9.14

Lara Torres em Roterdão, no 'The Future of Fashion is Now'

Lara Torres at 'The Future of Fashion is Now' in Rotterdam





Legenda: Lara Torres, Outubro 2007,  Colecção Verão 2008. Cortesia: Rui Vasco/ModaLisboa