Correspondência



domingo contigo



LUSÍADAS II


Na última edição da ModaLisboa viajámos até ao Cabo das Tormentas.
Esta estação desafiámos o “Monstrengo” e porque “manda a vontade que me ata ao leme”, intrépidos, dobrámos o cabo num desejo de Universalismo único que a Língua Portuguesa deu ao Mundo, no encontro da incrível África, pelo imenso Índico até à silenciosa beleza Asiática das amendoeiras em flor.
Assistimos apaixonados ao regresso absoluto do Dandismo, às nossas melhores tradições e ao ressurgimento dos códigos de elegância em que o homem se renova no puro prazer de se mimar.
“O” casaco regressa em força e o “Homem” do mundo inteiro, rende-se à melodia da melhor tradição de Alfaiataria pela maestria do corte, na “mão” do toque e no cair leve do tecido, no conforto e dinamismo num corpo de atitude cosmopolita que só a riqueza da experiência do passado, aliada à evolução tecnológica, orquestram esta epopeia.
Com ele regressa o feito à mão, o personalizado e o único.
Com ele permanecem ainda o luxo, a cor e a renovação dos eternos clássicos. A excelência da camisaria, dos laços, dos lenços e das gravatas completam este ciclo de elegância com “O” sapato.
Por ele viajámos, fascinados pelos 4 cantos do Mundo de onde trouxemos tanto quanto os olhos nos deixaram, na reminiscência do vestuário formal e recuperando o orgulho perdido da riqueza e nobreza de uma História única de missão deste povo, a que chamo, meu.

Obrigado
Nuno [Gama]





                                    ModaLisboa, Nuno Gama, Primavera/Verão 2016



Lá estivemos Nuno. A tua festa (da moda) foi bonita pá. A cidade das mulheres acolheu a tua colecção e está pronta para fazer 'sua' não uma peça formal, mas várias, no estilo que te é específico dentro da história da moda portuguesa. Parabéns querido Nuno. Obrigada pelo convite. Até já ;)






Comentários

Mensagens populares deste blogue

PROTESTO!