Morreu uma feminista

obrigada por tudo o que escreveste, estudaste, defendeste, ensinaste. a obra escrita deixada às gerações vindouras manter-se-á viva entre nós. estive com ela em vários momentos de encontro entre e com feministas. e, claro, nas suas palestras, para todas e para todos. é assim que vou continuar a lembrar-me dela: sempre simpática, afável, com generosidade no olhar. voltar às páginas escritas por si será uma forma de lembrar esse olhar. 

penso que hoje os feminismos estão de luto. as primeiras feministas portuguesas faziam romagens aos cemitérios, homenageando aquelas e aqueles que partiam. nas mãos levavam cravos brancos. à sua família, amigas e amigos, sentidos pêsames.

Nunca te esqueceremos Ana Vicente.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

PROTESTO!