Por um mundo melhor


A Marcha Mundial das Mulheres iniciou a sua 3ª Acção Global no passado 8 de Março em 52 países e está de novo na rua em Portugal para celebrar o 25 de Abril e o 1º de Maio.
Datas com profundo significado para o povo português e para as mulheres, em particular, porque foi na sequência dessas datas históricas que conhecemos o gosto da Liberdade, da Igualdade, da Solidariedade, da Justiça, da Paz e da conquista de direitos.
Caminho feito de lutas, de vitórias, mas também de frustrações. De novos desafios, mas também de riscos de retrocesso em algumas conquistas. Por isso, estamos aqui de novo na rua a marchar, mobilizando mais mulheres para esta luta que é nossa e de toda a sociedade. Queremos mudar a vida das mulheres para mudar o mundo e mudar o mundo para mudar a vida das mulheres!
Neste ano de 2010, nós mulheres estamos em marcha contra a guerra e os conflitos armados, contra a violência nas nossas casas e nos nossos locais de trabalho, contra a divisão sexual do trabalho, pela igualdade salarial e de direitos, contra a mercantilização das nossas vidas, sexualidades e corpos, contra a privatização da natureza e dos serviços públicos, pela soberania alimentar e energética… Queremos denunciar o sistema capitalista, patriarcal, racista e homofóbico, gerador de múltiplas desigualdades e discriminações, que concentra a riqueza nas mãos de uma minoria e condena à pobreza a imensa maioria da população mundial. Queremos lutar por um outro mundo que reclamamos possível e urgente: um mundo igualitário, livre, solidário, justo e em paz.
E neste 1º de Maio, dizemos: Neste país, onde as mulheres são mais vulneráveis à pobreza, onde recebem cerca de menos 19% dos salários dos homens, a quem a precariedade afecta de forma mais gravosa e onde o trabalho doméstico ainda é na sua maioria assegurado pelas mulheres, estaremos em marcha também pela igualdade no trabalho e nas responsabilidades familiares.

A Coordenadora da Marcha Mundial das Mulheres em Portugal

Comentários